Mais três unidades de ensino de Guarujá conquistam Bandeira Verde

Após certificar, em 2018, as duas primeiras escolas públicas do Brasil pelo Programa Bandeira Verde, Guarujá conquista o título de Eco-Escolas para mais três unidades da rede municipal. As cerimônias de certificação acontecem a partir desta terça (26), com a EM Vereador Ary da Silva Souza, e encerram na quinta-feira (28), com a EM Lúcia Flora dos Santos (confira a programação abaixo).

Além do hasteamento da Bandeira Verde, as cerimônias contarão com apresentação de trabalhos desenvolvidos pelos alunos ao longo do ano letivo pelo Programa Eco-Escolas, e com as presenças de representantes do Instituto Ambientes em Rede (IAR), e das secretarias municipais de Educação, Esporte e Lazer (Sedel) e de Meio Ambiente (Semam).

O vice-prefeito e titular da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Sedel) de Guarujá, Renato Pietropaolo, comemora a certificação de mais escolas. "A meta é ampliar esse número para mais unidades da rede escolar. Afinal, a sustentabilidade precisa ser encarada como alternativa eficaz de cooperação para a construção de um mundo melhor, e é através da educação, com os nossos estudantes, que vamos transformar a sociedade destacando a importância da preservação do meio ambiente".   

Neste ano, as escolas municipais Lúcia Flora dos Santos (Jardim Progresso) e Vereador Ary da Silva Souza (Jardim Mar e Céu) conseguiram sua segunda certificação consecutiva. Em 2018, ambas foram as primeiras escolas públicas do Brasil a conquistarem o selo de qualidade.

Já as unidades Maria Regina dos Santos Claro (Conceiçãozinha), Sérgio Pereira Rodrigues (Cidade Atlântica) e Maria Aparecida de Araújo (Morrinhos) vão receber sua primeira bandeira. As cinco unidades trabalharam temas como resíduos sólidos, água e agricultura orgânica ao longo do ano, com base no cenário de suas comunidades escolares.

O Programa Eco-Escolas tem como objetivo incentivar a criação de ações nas unidades através de uma abordagem abrangente e participativa, um método eficiente que visa melhorar a qualidade ambiental das comunidades escolares.

A coordenadora de Ciências da Sedel, Cristiane Brovini, afirma que o objetivo do programa foi atingido pelos alunos. "Conseguimos envolver a comunidade escolar e alcançar a conscientização ambiental nas escolas. São transformações para uma sociedade mais sustentável".

 

Programação

Terça (26), às 9h - EM Vereador Ary da Silva Souza (Rua José Terto dos Santos Filho, 136 - Jardim Mar e Céu)

Quarta (27), às 9h - EM Maria Aparecida Araújo (Rua Maria Eugênia de Oliveira, 201-237 - Morrinhos)

Quarta (27), às 14h - EM Sérgio Pereira Rodrigues (Avenida Atlântica, 1516 - Cidade Atlântica)

Quinta (28) às 9h - EM Maria Regina dos Santos Claro (Rua Áureo Moreira, 90 - Sítio Conceiçãozinha)

Quinta (28), às 14h - EM Lúcia Flora dos Santos (Rua Josefa Hermínia Caldas, 200 - Jardim Progresso)

 

As bandeiras

O Programa Bandeira Verde promove o olhar crítico e sustentável em ambientes escolares. Além dos alunos, atinge a comunidade escolar como um todo, envolvendo profissionais, estudantes e responsáveis, sempre promovendo a conscientização de maneira prática e divertida.

Já a Bandeira Azul, outro selo de qualidade ambiental, certifica praias de todo o mundo, analisando sua balneabilidade, qualidade e sustentabilidade. Em Guarujá, a Praia do Tombo é recordista na América Latina, sendo a única do continente a conquistar dez certificações consecutivas.

As bandeiras são desenvolvidas pela Foundation for Environmental Education - FEE, fundação com sede na Dinamarca. No Brasil, são operadas pelo Instituto Ambientes em rede (IAR).