Fiscalização orienta 347 pessoas e fecha 42 comércios em Santos

A força-tarefa que fiscaliza o uso de máscaras em Santos orientou, nesta terça-feira (23), 347 pessoas nas imediações da orla da praia e nos bairros Boqueirão e Aparecida. Houve ainda a autuação de oito pessoas pela recusa do uso deste equipamento de proteção, conforme estabelecido em lei municipal para prevenir o avanço do novo coronavírus.

Nos bairros, a fiscalização percorreu as ruas Oswaldo Cruz e Alexandre Martins. A força-tarefa também vistoriou 326 estabelecimentos. Destes, 284 tinham autorização para funcionamento e estavam de acordo com os protocolos estabelecidos no decreto 8.980. Por outro lado, 42 foram fechados por ainda não estarem autorizados a exercer atividades. Houve, ainda, duas empresas que receberam intimações, uma por estar em desacordo com o horário de funcionamento determinado e outra por não possuir autorização para venda de bebidas no local. Dois ambulantes foram retirados das vias do Boqueirão.

A operação é encabeçada por fiscais da Secretaria de Finanças (Sefin), com presença da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Vigilância Sanitária, da Secretaria de Saúde, com apoio da Polícia Militar. Também são apuradas denúncias encaminhadas por munícipes pelo telefone 153.

Houve ainda a emissão de uma multa a munícipe que descumpriu o Código de Posturas do Município por transitar com cachorro na faixa de areia.

SEGUNDO DIA

Este foi o segundo dia com a liberação de atividades físicas e esportivas individuais na areia e no calçadão. Desde a segunda-feira (22), já foram emitidas 22 autuações. As multas têm o valor de R$ 100 cada e aqueles que não pagarem serão inscritos na Dívida Ativa do Município.